A boazinha

Ah, mas ela é tão boazinha…
Escuta calada e
Fica sozinha em seus pensamentos.

Mas é tão boazinha
Não dá trabalho nenhum
Aceita de bom grado
Aquilo que nem sempre concorda.

A Boazinha,
Que menina de ouro!
Nunca levantou a voz
Nunca contestou nada
Ela entende as coisas
A Boazinha.

Mas… preste atenção na Boazinha
Porque nem sempre ela é notada.
Está calada, conformada
Aceitou ser Boazinha.

A Boazinha notou que sendo boazinha
Nunca teria conflitos ou brigas
Sentiu-se aliviada
Talvez seja bom ser boazinha – acreditou.

Um dia a Boazinha
Abre as janelas do seu quarto
E percebe o mundo em que ela vive.

Ao pisar nesse mundo sentiu o peso
De todos os pés que estavam encima dela.

O mundo não foi feito para a Boazinha.

Queria gritar mas não tinha voz
Queria brigar mas não tinha força
Queria fugir mas não sabia para onde ir.

Como seria sua vida se ela fosse diferente?

Se tivesse voz
Se tivesse forças
Se soubesse como brigar
Se acreditasse nela
E em tudo que ela é capaz.

Mas…
Mas ela é tão boazinha…
Acaba ficando sozinha em seus pensamentos.

Publicado por JulianaRuiz

Olá, meu nome é Juliana e amo escrever. Já aprendi que escrever para mim não é uma escolha, mas sim aquilo que me define e me faz feliz... então estou aqui! Ficarei feliz com sua visita em meu blog! Abraço, Juliana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: