A grama do vizinho

Ah… a grama do vizinho.
A-FAMOSA-GRAMA-DO-VIZINHO.
Por que tão verde? Por que tão bonita?
Em tempos de Instagram e Facebook, a grama do vizinho nunca esteve tão ao nosso alcance.
Ali, tão perto, quase tangível.
Se fecharmos os olhos quase conseguimos sentir o cheiro de grama recém regada por uma doce chuva ao entardecer.
Estive pensando na grama do vizinho. Em tantas e tantas gramas. Afinal, dia após dia somos expostos ao que não é nosso; às coisas que não nos pertencem; aos lugares em que não estamos; a comidas que não estão em nossos pratos.
E a grama do vizinho sempre permanecerá mais verde do que a sua.
É algo quase inevitável.
Mas espere.
Mesmo entre infinitas informações, certamente há coisas que não sabemos sobre o vizinho, sem sobre sua famosa grama. Não sabemos o quanto o vizinho se esforçou e trabalhou para ter uma grama tão perfeita. Não sabemos o quanto o vizinho se esforçou para cultivar aquela grama de tanta qualidade. Ele instalou um sistema ultra tecnológico super preciso para regar aquela grama religiosamente, e toda a semana ele dá uma aparada na grama. Tudo isso enquanto nós estávamos fazendo outra coisa e…olha só, só percebemos o resultado, e não o trabalho que deu para ter aquilo.
O quanto temos trabalhado para nossa grama ficar verde caro leitor?
OU em outras situações…aquela grama tão perfeita que dá vontade de deitar nela para ver formas nas nuvens é…bem, aquela grama é fake. É falsa. Comprada na Amazon. Instalada de noite enquanto todos dormiam. E você fica que nem tonto de sua janela desejando aquela grama fake de plástico.
Enquanto isso é SUA grama que precisa de atenção. Precisa de ser aparada, precisa de água. SUA GRAMA PRECISA DE VOCÊ, minha amiga, meu amigo.
Nesses tempos tão estranhos onde somos jogados dentro da intimidade do outro, vamos deixar um pouco o outro de lado. Vamos olhar pela nossa janela para aquilo que é mais importante para nós.
Vamos tirar os sapatos e pisar em NOSSA grama, curtir a nossa grama, deitar em nossa grama. Faz um churrasco, chama os amigos. Essa é sua grama, independente como esteja é sua.
A grama do vizinho não é mais verde. É APENAS OUTRA GRAMA.

Publicado por JulianaRuiz

Olá, meu nome é Juliana e amo escrever. Já aprendi que escrever para mim não é uma escolha, mas sim aquilo que me define e me faz feliz... então estou aqui! Ficarei feliz com sua visita em meu blog! Abraço, Juliana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: